[ Serial Killers ] O que é verdade sobre eles

  Vamos falar de Serial Killers. Como sabem tenho uma paixão por eles tanto quanto por psicopatas, por isso venho apresentar um pouco do que já li e aprendi sobre eles, não se assustem será uma parte técnica sem algo tão macabro assim, aposto que se ver pelo meu ponto de vista irá se interessar mais pelo assunto, afinal eles são um mistério ainda a serem revelados.
   Você é uma garota louca por gostar desses assuntos. Foram o que sempre falaram pra mim, mas pense pelo lado que vejo, nós sempre julgamos sem saber a verdadeira razão, por que eles cometeram aqueles crimes, seriam distúrbios psicológicos ou são de fato conscientes do que fazem? Sabiam que a maioria das vezes um estuprador adulto já sofreu o mesmo abuso quando jovem? Isso desencadeou o que ele é hoje. Pois bem, nunca julgue sem saber o passado do criminoso, nunca julgue sem saber se ele é realmente doente, apedrejar é fácil, mas quero ver vocês olharem pelo ponto de vista deles.
  Chega de enrolação, agora vamos a alguns fatos que foram apresentados no livro Arquivos Serial Killers: Louco ou Cruel? da Ilana Casoy publicado pela DarkSide Books.
"O que leva uma pessoa a praticar atos tão extremos como assassinatos em série? A questão é genética, psíquica ou psicológica? Traumas infantis podem ter consequências tão horrendas? Quanto pai e mãe precisam errar para criar um monstro?"
   Sua mente não esta preparada para tudo que está por vir, Ilana Casoy demonstrou ter um estomago forte por pesquisar e se aprofundar ainda mais na mente desses seres tão monstruosos, nos seus dois volumes contendo arquivos de serial killers, percebemos que os nossos medos são ainda maiores do que um dia imaginamos.
    Agora aqui, vou esclarecer alguns detalhes que todos têm em relação a eles, nem todos os serial killers são psicopatas, e nem todos os psicopatas são serial killers, temos pessoas sãs cometendo crimes hediondos e doentes psicologicamente agindo sem saber a razão ou muito menos a motivação para um crime. 
   Tudo tem um porque que você precisa se aprofundar ainda mais para conseguir entender a mente desses seres, é necessário estudos que compreendam a situação antes de julgar, em 98% dos casos o passado demonstra a personalidade atual do criminoso. 
   Podemos ver que a maioria dos serial killers são achados mais nos Estados Unidos, mas no segundo volume da obra da Ilana, o livro Made in Brazil podemos ver alguns dos casos que acontecem no nosso país, é necessário muita investigação, afinal não somos equipados por tecnologia de ponta e profilers que tem a capacidade de estudar a mente desses criminosos.
  Você sabia que para se considerar um serial killer é necessário já ter três mortes em sequência de intervalo de tempos curtos? São muitos casos que nem isso acontece para ter a colocação, vejam Chico Picadinho, apenas duas mortes, mas seu grau de agressividade em mutilar e retalhar suas vítimas fez com que fosse considerado um serial ao ponto de ter a senteça de prisão perpétua para que não saísse e cometesse novamente o crime.
   Agora te pergunto, você julga sem saber seria capaz de ver a história por trás do criminoso?
   Não existem apenas homens, mas crianças e mulheres capazes de fazer o crime, no livro Anatomia do Mal vemos um claro exemplo de criança serial killer e também psicopata, em Louco ou Cruel temos o primeiro caso em destaque mostrando um casal capaz de cometer atos cruéis em conjunto para satisfazer o prazer da mulher que comanda a relação. 
   Li muitas resenhas sobre os livros acima fotografados, mas todos tem o pequeno costume de confundir psicopatas e serial killers, podemos ver no primeiro volume dos livros da Ilana que muitos dos casos são apenas de pessoas que tem sim sentimentos, que conseguem ter noção do que fazem e o porque fazem, são lúcidos e tratados como tal para que tenham a pena correta, um ou dois são psicóticos, doentes mentais que não tem essa concepção de realidade e um numero menor ainda são necessariamente psicopatas. Então neste primeiro volume da verdade por trás dos serial killers venho dizer que você precisa estar com a mente aberta para que entenda que um caso é diferente do outro, que monstros são reais e vou mostrar para vocês que nada é tão simples.
   Nos próximos posts vou mostrar mais detalhadamente o que no livro é apresentado e seus conceitos de estudiosos além é claro do lado profissional de quem investiga esses criminosos mais profundamente.
   Espero que gostem e me ajudem caso saiba mais informações, pois essa é uma base para o meu futuro TCC.
Xoxo

K Riquelme

18 comentários:

  1. Oi, tudo bom?
    Eu ADORO o assunto! O interesse veio de muitas séries que assisti, sobre investigação criminal e tals. Sempre adorei ver como os agentes investigavam o caso até chegar no assassino. Fiz a resenha do "Loucos ou Cruéis" em meu blog, e amei a experiência. Caso queira conferir: http://viveremdoismundos.blogspot.com.br/2017/01/louco-ou-cruel.html

    ResponderExcluir
  2. Oi, K!
    Tenho um pouco de curiosidade sobre o assunto por conta da série CSI.
    Lembro que tinha um serial killer que atormentava o Gil Grissom em alguns episódios. Lembro até que ele vai atrás do passado do cara. Achei muito interessante!
    Para ler esses livro, você deve ter um estômago forte, né? Se um dia eu tiver a chance de ter esses livros em mãos, com certeza lerei sim.
    Obrigada pela dica!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Eu tenho muita curiosidade de "entrar" na cabeça das pessoas e ver o que elas estão pensando, o que estão sentindo, e por que "são assim". Mas temo que, ao ler um livro assim, eu fique mais paranoica do que já sou....haha' já não basta as séries que eu vejo trazerem psicopatas e serial killers *-*
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi amore,
    Não é um livro que tenha me chamado a atenção pra ser sincera. Talvez o gênero não me atraia.
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu amo os livros da Ilana e adoro o empenho da Darkside tem em mostrar como é importante tratar esses assuntos, o cuidado desde a capa até a pesquisa é fantastico! Adoro livros de psicopatas também, super te indico 501 crimes notórios.

    ResponderExcluir
  6. Olá ♥
    Mesmo sendo medrosa de carteirinha, gostei muito das sua explicações. É realmente tem uns casos meio bizzaros de crianças que são consideradas Serial Killers, é estranho e assustador ? É, mas se não me engano vi isso em um documentário. Eu não teria coragem de ler livros que tenha essa tematica. Tenho curiosidade em ler e saber como funciona a cabeça de uma pessoa assim, mas igual eu disse não tenho coragem de ler algo dessa tematica. Gostei muito desse post.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu tenho muita curiosidade sobre esse assunto, então adorei poder conferir essa sua resenha. Não sabia dessa curiosidade para uma pessoa ser considerada serial killer, então acredito que esse livro nos traz muito conhecimento sobre o assunto.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oie! Tudo bem?

    Estou louca para ler esses três livros que você citou, como eu acompanho muitas séries policiais, já sabia muito por cima sobre os Serials Killers, mas não tanto quanto você apontou no seu post! E guria quero ler seu TCC ainda mais sobre esse assunto! kkk

    Bjss

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?

    Sou extremamente apaixonada pela mente psicopata o:

    Realmente existe uma certa confusão entre psicopatas e serial Killers, onde muitos acreditam ser a mesma "coisa".

    É sempre bom o estudo aprofundado de casos isolados para entendermos o real motivo da pratica de certas atitudes por estas pessoas.

    Amei os livros! A Darkside tem um acervo muito interessante sobre mentes psicopatas e serial Killers. Não é atoa que esta é minha editora favorita <3

    As fotos estão maravilhosas (:

    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Oie
    muito legal saber mais sobre os dois livros, eu adoro esse tipo de assunto, esse tipo de livro é sempre bem vindo para mim mas infelizmente ainda não tive oportunidade de ler nenhum e cada resenha que vejo quero mais e mais, amei seu post ;0

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não tive oportunidade de ler or livros da Ilana, mas tenho muita vontade. Eu não diria que tenho paixão por serial killers e psicopatas, mas curto muito histórias sobre. Mas independentemente de ser um distúrbio ou não, não acho que eles devam ser vistos como pessoas mentalmente doentes - por mais que seja isso que elas sejam - e sim devem ser tratadas como pessoas criminosas e perigosas, caso contrário os meios justificariam os fins.

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bom?
    Não tive a oportunidade de ler nenhum dos livros citados no post, mas, estudei um pouco sobre psicopatia na aula de psicologia da faculdade de direito e é um tema que me interessa muito. Entretanto, ainda não tenho a mente aberta para analisar friamente os casos e ir a fundo no passado de um psicopata por exemplo e isso realmente atrapalha meu julgamento. Vou acompanhar os próximos posts para tentar entender um pouco mais sobre o tema, até mesmo para aprender a diferenciar melhor um psicopata de um serial killer, por exemplo. Adorei o post! Fiquei com vontade de ler os livros!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  13. 'Você é uma garota louca por gostar desses assuntos." Somos duas (kkkk)
    Sempre ouvi isso também. Sou apaixonada por livros desse assunto e Arquivos Serial Killers já está na minha listinha há um tempinho. Primeiro me apaixonei pela capa e depois pela sinopse e agora com sua resenha estou ainda mais empolgada a ler.
    Bjs.

    www.salaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  14. Acredito que muito do que se diz sobre serial killers é fantasia do senso comum. Poucos realmente se dedicam a estudar psiquiatrica e psicologicamente tais comportamentos nos homens e mulheres que cometem assassinatos em massa.

    Para além dos livros que você tem usado como referência, acredito que buscar artigos científicos sobre estudos de personalidade e comportamento também sejam essenciais, uma vez que você está querendo prosseguir no ramo =3

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu acho muito interessante histórias sobre psicopatas, mas confesso que conheço poucos e foi por conta de um dos livros da Dark dessa coleção de Serial Killers. Bom, por achar o tema interessante fiqei bem animada com seu post e o achei muito bem escrito, tanto que despertou ainda mais minha curiosidade para saber mais sobre esse tema. Enfim aguardo mais posts como esse.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  16. Oiee!!
    Confesso que sou leitora assídua desse tema, mas nunca li os dessa coleção, pois me parecem um pouco sensacionalistas e não tão científicos.
    Como meu propósito sempre foi estudar os serial killers e a psicopatia de forma científica, já que meu tcc da faculdade e da pós eram relacionados a esse assunto, e também os cursos que participei sempre foram nessa área, sempre deixei esses pra depois.
    De qualquer forma, acredito que eles atraem as pessoas para esse universo, e encorajam a pesquisar e conhecer melhor esse tema tão interessante!!
    Parabéns pela resenha e pelas considerações!
    Um beijo!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  17. A louca não é so você..rs. Também sou apaixonado por este tema, já tendo vários livros da área, inclusive os de psicologia, sempre gosto de entender mais o que se passa na cabeça dessas pessoas. Gostei muito de seu post, e estes livros das fotos são meu sonho de consumo, ainda não consegui adquiri-los;

    ResponderExcluir
  18. Oi tudo bom?

    Vem cá me dar um abraço, pq também sou do clube das loucas por assuntos "freak".

    Já começa que eu namoro esses livros por conta das capas dele, que acho muito bem feitas. Apesar de ter esse bookcrush, eu nunca comprei eles pra mim, sua resenha só me deu mais vontade de comprar.

    Sim, para as pessoas todo assassino é psicopata, na verdade acho que as pessoas tem a impressão de que ser psicopata é ser mal e ponto. Ninguém quer pensar que um assassino em série tinha plena consciência do que estava fazendo e que ele não é só primalmente mal.

    bjs
    paraisoliterario.com

    ResponderExcluir