[ Crítica ] Hitchcock

Hitchcock - Poster / Capa / Cartaz - Oficial 1Título BrasileiroHitchcock
Título OriginalHitchcock
Ano: 2012
Elenco
[Anthony Hopkins] - Alfred Hitchcock 
[Helen Mirren] - Alma Reville 
[Scarlett Johansson] - Janet Leigh 
[Currie Graham] - Flack 
[Danny Huston] - Whitfield Cook
SINOPSE: A trama, situada durante as filmagens do clássico de 1960 "Psicose", narrará o romance entre o icônico diretor Alfred Hitchcock (Anthony Hopkins) e sua esposa e parceira Alma Reville (Helen Mirren).

Comentário no Filmow: Contém SPOILERS.


  Nunca me decepcionei tanto com um filme quanto esse, desculpem começar desta forma, mas é fato dizer que Hitchcock não é nem um pouco fiel ao livro antes resenhado no blog. AQUI.
  Quanto deve ser a porcentagem de igualdade em uma adaptação cinematográfica para a obra literária? De fato é raro ter uma parcela completa com os 100% de igualdade, sendo totalmente fiel, mas algumas chegaram a ser praticamente dignas, Harry Potter, Game Of Thrones e outros mais que agora me faltam a memória. 
   Mas o fato aqui é que o filme não chegou a ser nem 5% fiel a obra, apesar de ter Anthony Hopkins como o diretor do filme, fizeram uma versão completamente errada do grande gênio que fez de Psicose o sucesso que até agora é. 
   O renomado diretor de Um Corpo que Cai e apresentador do próprio talk-show Alfred Hitchcock Apresenta, foi visto como um alcoólatra que procura jovens moças para observar como um perseguidor, tarado na linguagem mais clara, além da compulsão por comida e doces, não foi nada disso na realidade, Alfred foi fiel e devoto da esposa como muitos comentaram na época, não houve uma única vez que tenha feito isso com outra mulher.
   Alma então, coitada da senhora que sempre foi o braço direito do esposo, a trabalhadora que tomou muitas vezes o lugar do marido enquanto este estava de cama, certo que isso foi apresentado, mas a personalidade dela estava ao avesso, o complexo de meia idade afetando a sua apresentação, tornando-a uma mulher que quer ser mais nova, usando maios mais sensuais e desejando ter um caso com um homem mais novo, a infidelidade dela foi o que mais me chocou no filme, a forma descarada que dava em cima do outro e chegando a deixar o marido em casa para sair com o possível amante, Alma  Reville nunca faria isso, ela foi tão egoísta a pensar que o marido não dava crédito ao seu trabalho, acredite ele sempre a tratou como igual, ali ela tinha essa inveja que chegava a dar nos nervos.
  Não sei se foi jogo de marketing ou se colocaram um louco pra escrever o roteiro do filme, já que tudo foi distorcido, Hitchcock nunca foi louco, ele só tinha um humor sombrio que via nas coisas tenebrosas grande forma de sucesso, não julguem antes de saber, afinal Stephen King tem o mesmo pensamento, e não é julgado, pior foi o fato de fazerem com que eles estivessem falindo por Alfred ter comprado os direitos do filme, pelo contrário o direto não teve que hipotecar a casa, mas  encurralou os donos da Paramonth e do seu talk show para conseguir fazer o filme
    O criaram como um velho com alucinações que conversava com o próprio Ed Gein, ao qual o instigava a matar com cenas bastante apelativas, muito pra falar a verdade.
    Pobre Antonhy Perkins, tornou-se o próprio Norman no filme, a mente insana e comportamento esquisito, o jovem ator que foi apresentado ao mundo com Psicose é totalmente transformado no personagem do livro original escrito por Robert Bloch.
    Não posso dizer que não houve pontos positivos, sendo que teve poucos, mas sim, Scarlet caiu como uma luva para interpretar a atriz Janet Leigh, outra coisa bastante satisfatória foi a semelhança de James D'Arcy com o verdadeiro Anthony Perkins, é realmente surpreendente. Não posso tirar os créditos de Jessica Biel que fez uma Vera Miles respeitável não invejosa como tentaram passar.
   A verdadeira opinião minha neste filme é que não devem assistir ser ler o livro, vi muitas críticas positivas no Filmow, mas ninguém tem noção de como eram os protagonistas do filme, Hitchcock e Alma devem ter a memória honrada da forma verdadeira, não algo supérfluo e completamente errado, isso destrói qualquer visão real do que eles foram.
   Percebe-se a minha admiração pelo Hitch correto? Sim, eu sou fã de clássicos dos anos 90, e Psicose é digno de Oscar apesar de não ter ganho na época. Alfred Hitchcock e os Bastidores de Psicose, foi o melhor livro que li neste ano, só ganha para Louco ou Cruel? da Ilana Casoy, por isso leia-o se gosta de obras que tratam da arte cinematográfica.
“E se alguém realmente bom fizesse um filme de terror”
   Deixo vocês com a imagem de Hitchcock lendo Psicose, este foi o momento que ele decidiu comprar toda a obra e arte para o filme, um que ainda rendeu frutos e é conhecido até hoje no mundo inteiro.

Imagem de Anthony Hopkins no filme.
“Todos nós abrigamos recantos obscuros de violência e de terror”
Xoxo

K Riquelme

7 comentários:

  1. Tenho o livro que ainda em casa mas ainda não li. Porém já assisti o filme e vou ser sincera, eu gostei. Talvez por não ter lido o livro e entendo sua reclamação. Eu mesma sou muito crítica em relação às adaptações e sou bem chata com elas.
    Claro que não é O LIVRO, mas é legal. E achei o Anthony Hopkins maravilhoso como Hitchcock! Talvez porque sou fã desse cara, rsrs.
    Abraços!

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/04/novidades-e-sugestoes.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hopkins é o cara, também amo ele, mas sabe como é, como fã do Hitchcock tinha que reclamar um pouquinho, afinal o cara era um gênio do cinema.
      Xoxo

      Excluir
  2. Olá!
    Primeiramente: amei seu blog ♥
    Segundamente: o Mundo Paralelo foi amaldiçoado (risada maléfica)
    Entenda: http://blogladoescuro.blogspot.com.br/2016/03/voce-foi-amaldicoado-cursedblogs.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai meu Deus! Ou seria Diabo? kkkk
      Obrigada flor, aceito a maldição!
      Xoxo

      Excluir
  3. Boa Noite K,
    Credo menina, que desgosto esse filme.
    Acho que chega a ser um desrespeito mudar tanto assim a personalidade e trajetória de alguém. Concordo com você, realmente não estamos esperando 100% fiel, sabemos das dificuldades do cinema e até mesmo o público alvo. Mas esse parece que passou dos limites. Se um dia eu pensei em assistir, até desisti agora.

    Abraço e Bons Livros,
    Claquete Geek ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma afronta a Hitchcock, não tem nem o que falar Nat, sinceramente me decepcionou e olha que sou fã do Hopkins.
      Xoxo

      Excluir
  4. Na vida criticas são necessárias também, e devemos aceita-las assim como também quando necessário faze-las. u.u Depois dessa preciosa dica, acho que não vou perder tempo com o filme, mas dar um ponto a mais para o livro passar na frente da fila de espera. ;)

    Abraços. o/

    ResponderExcluir